Agreste Tex 2016 supera expectativas e gera bons negócios

 em Notícias

Feira reuniu expositores nacionais e internacionais e recebeu visitação qualificada,

consolidando o evento como um dos principais da região

Entre os dias 08 e 11 de março, a cidade pernambucana de Caruaru recebeu a terceira edição da “Agreste Tex”, feira que é promovida e organizada pelo FCEM|Febratex Group em parceria com a ACIC – Associação Comercial e Empresarial de Caruaru. Os 13.803 profissionais da indústria têxtil que visitaram o evento no Polo Caruaruconferiram os principais lançamentos e inovações das 280 marcas expositoras, nacionais e internacionais, gerandonegócios na ordem de R$ 218 milhões.

Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente do FCEM|Febratex Group, declara: “Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos pela “Agreste Tex 2016”, feira bienal de extrema importância para o Polo do Agreste Pernambucano, que recebeu mais de 13 mil visitantes que efetivamente fecharam negócios, mesmo com a feira sendo realizada em um momento de turbulência no cenário macroeconômico”. E completa: “A próxima edição da “Agreste Tex” será realizada entre os dias 13 e 16 de março de 2018 e já temos diversos expositores confirmados”.

A “Agreste Tex 2016” contou com o patrocínio do Banco do Nordeste e apoio das seguintes entidades: ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e EquipamentosABRAMACO – Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos para ConfecçãoABTT – Associação Brasileira de Técnicos Têxteis; ACIT – Associação Comercial e Industrial de Toritama; ASCAP  – Associação Empresarial de Santa Cruz do CapibaribeNTCPE – Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco; Sinditêxtil PE  – Sindicato da Indústria Têxtil do Estado de Pernambuco; e ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção.

O presidente da ACIC, Osíris Lins Caldas declara: “Na Agreste Tex são apresentados os mais modernos equipamentos para os segmentos têxtil e de confecção. O empresário da região conta com um evento que traz todas as informações, evitando o deslocamento para feiras em outros estados e até mesmo as internacionais, porque aqui mesmo ele encontra o que precisa. Além disso, a Agreste Tex e a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana são instrumentos de movimentação para os setores econômicos. Em um ano de crise econômica, nós provamos que é possível gerar negócios e dinamizar a economia local. A Agreste Tex oferece todo o caráter técnico, institucional e mercadológico para o Polo de Confecções do Agreste. Mais uma vez, foi muito bem prestigiada e tenho certeza de que, daqui a dois anos, quando será realizada a próxima edição, teremos uma realidade melhor para o País e, consequentemente, para os negócios”.

Confira a opinião de alguns expositores:

APICE WORLD – “A feira foi dez. Vou caprichar para a próxima edição em 2018”. – Agnaldo Pedroso, diretor

AUDACES – “A participação no evento foi muito boa, superou as expectativas. Os empresários estão atentos que precisam se preparar para enfrentar a crise”. – Ivan Basin, gerente da Unidade Norte/Nordeste

CAVAGNOLI – “O evento foi muito proveitoso pois recebemos a visita dos principais clientes da região, assim como fechamos bons negócios com novos clientes. Abrimos um novo showroom em Toritama no mesmo período e fizemos em trabalho conjunto no novo espaço com a feira”. – Alisson Cavagnoli, diretor

IMATEC – “É a nossa segunda participação na ‘Agreste Tex’ e a feira foi muito boa, fechamos negócios e fizemos muitos contatos”. – César Fabeni, diretor

MIMAKI – “Estamos participando do evento com stand pela primeira vez (anteriormente víamos em parceria) para fortalecer a marca Mimaki na região e a feira, com certeza, contribuiu muito para a divulgação da marca. Fechamos bons negócios e realizamos prospecções acima do esperado. Percebemos que os empresários vêm nos primeiros dias da feira para conhecer os lançamentos e voltam nos dois últimos dias para efetivar as compras. Também recebemos estudantes e a Mimaki aposta nos futuros profissionais que em breve tomarão as decisões pela empresa”. – Alexandre Feitosa, gerente comercial

NEW STAR – “Foi nossa primeira participação no evento, que superou as  nossas expectativas; recebemos clientes com reais intenções de compras e acreditamos que fecharemos mais negócios no período pós-feira. Nos preparamos para estar na feira com envio de convites e outras ferramentas de marketing e isso faz diferença também para o resultado”. – Eric Rodovalho – gerente-geral

PARAGUAÇU TÊXTIL – “Foi nossa primeira participação na feira e viemos com dois objetivos: divulgar a linha Prime Denim e prospectar novos clientes e alcançamos os dois objetivos! Recebemos dois públicos distintos: grandes confeccionistas e distribuidores de tecidos e o melhor é, em ambos os públicos, vieram aqueles que tomam as decisões. Fechamos bons negócios na feira e a visitação foi acima do que imaginamos”. – Dimas Marques, gerente comercial

QUALIGRAF – “Nossa intenção ao participar do evento foi divulgar a marca e a participação foi muito boa, com a abertura de novos clientes”. – Victor Simões, diretor-proprietário

TAJIMA – “A conjuntura econômica do país atrapalha o momento, mas viemos para a feira com o objetivo de manter a imagem da empresa em evidência e abrimos novos e bons contatos para vendas futuras”. – Pedro Ricardo Coppo, gerente de treinamentos

Programação Paralela

 

Com o objetivo de levar informação para o polo de confecção do Agreste Pernambucano, a feira contou com uma programação paralela que destacou o “III Ciclo PE Moda, Arte & Sustentabilidade”, coordenado pelo artista plástico, cenógrafo e consultor de moda e mercado, Leopoldo Nóbrega. O “Ciclo PE contou com a participação do Coletivo “Ativistas da Moda” para debater o tema central: “Moda Mundo Muda Modos” sobre os desafios dos novos tempos, mudanças estratégicas e desenvolvimento sustentável e o “III Fórum Digital by Usefashion”, apresentando os cenários de comportamento de consumo e preview de matéria-prima.

A reflexão sobre os caminhos que precisam ser repensados, reinventados e planejados, assim como padrões e conceitos de empreendedorismo criativo e competitividade foram discutidos através de palestras, exposições, videoinstalações, fashion tabloide e mesa-redonda durante a feira de negócios.

Também foi captado durante a “Agreste TEX 2016 conteúdo para o documentário #Pernambuco Sustentável, dirigido por Leopoldo Nóbrega, com roteiro assinado pelo Coletivo “Ativistas da Moda” e realização do Espaço Multicultural Arte Plenna. Idealizado por Leopoldo Nóbrega e pela artista plástica e arte-educadora Maria do Carmo da Silveira Xavier em 2012. A realização é do Espaço Multicultural Arte Plenna e a produção executiva de Germana Xavier Nóbrega.

 

Sobre o FCEM/ Febratex Group

FCEM – Feiras, Congressos e Empreendimentos|Febratex Group é uma empresa 100% brasileira especializada na promoção e organização de feiras e eventos, principalmente nos segmentos de máquinas e insumos para o setor têxtil. A matriz da empresa fica em Porto Alegre (RS), com filial em São Paulo (SP).

Fundada e presidida pelo empresário Hélvio Roberto Pompeo Madeira, tem sua gestão realizada também pelo diretor de comunicação e marketing, Hélvio Roberto Pompeo Madeira Junior, e pela diretora jurídica Giordana Madeira. AFCEM é associada à UBRAFE – União Brasileira dos Promotores de Feiras e conta com o apoio das principais entidades nacionais de sua área de atuação.

 

Fonte: Persona Consultoria de Comunicação

Fotos: Breno Augusto

Osiris Lins Caldas, presidente da ACIC e Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor presidente do FCEM - Febratex Group

Agreste Tex 2016 - foto Breno Augusto

Agreste Tex 2016 foto Breno Augusto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  ')}