Caixa bate recorde em financiamento imobiliário

 em Notícias

A Caixa Econômica Federal liberou cerca de R$ 3 bilhões em financiamento imobiliário em Pernambuco no ano de 2013. Na Paraíba, foram cerca de R$ 2 bilhões. Neste montante, estão incluídas operações como as do programa federal “Minha Casa, Minha Vida” (habitação rural e urbana), construção e reforma e compra de imóvel pronto ou na planta.

É um valor muito significativo, ainda mais se levarmos em conta que as taxas de juros variam de 4,5% a 9% ao ano, o que vem permitindo que muitas famílias alcancem o sonho da casa própria.

Porém, é importante atentar que, mesmo sendo a casa própria um desejo da maioria das famílias brasileiras, não podemos deixar esse sonho virar um pesadelo.

Assim, antes de contratar um financiamento imobiliário (e qualquer outro financiamento, claro), é preciso avaliar se você tem capacidade de pagamento. Faça simulações (do valor da prestação em função de valor financiado, prazo de pagamento, taxas de juros pré ou pós-fixadas e sistema de amortização) pelos sites dos bancos.

Não basta que o banco aprove seu crédito, pois o banco só leva em conta sua renda e algumas de suas despesas financeiras (com outras dívidas). O banco não sabe quanto você gasta com alimentação, moradia, escola, plano de saúde, telefone, energia etc. Portanto, não sabe quanto sobra do seu salário ou quanto falta todo mês.

Cabe a você avaliar se seu resultado mensal (entradas menos saídas de caixa) permite que você assuma mais um compromisso financeiro.

Em caso negativo, você tem duas opções: aumentar o resultado mensal (aumentando sua renda ou reduzindo despesas, a partir da priorização das despesas e eliminação dos desperdícios) ou escolhendo um imóvel mais barato, de forma que a prestação se encaixe no orçamento atual.

com informações do site NE10 ')}