Profissionais que dominam os números são mais valorizados

 em Notícias

Algumas profissões dependem essencialmente da matemática e por isso estão entre as mais concorridas como a área de TI, engenharia e finanças.

Entretanto, os alunos já evitam a matemática na escola. A disciplina ajuda a empurrar para baixo o nosso desempenho escolar no PISA – Programa Internacional de Avaliação de Estudantes. Na última avaliação, de 65 participantes, somente sete tiveram desempenho pior do que o Brasil. O exame é feito a cada três anos, com estudantes de 15 anos.

Bernadete é formada em biologia, trabalha com pesquisas e números. Ela faz estudos genéticos para ajudar mulheres que querem ter filhos. O gráfico mostra como a chance de gravidez diminui com a idade. “Existe essa dualidade da biologia, a matemática como se fossem duas coisas antagônicas. Quem gosta de biologia não gosta de matemática, e vice-versa. Mas não tem jeito, a biologia usa a matemática em todas as áreas”.

Em um curso de design de produtos, a taxa de evasão é de 30%. Os alunos desistem da carreira, principalmente no quarto período, quando as matérias começam a exigir conhecimento em matemática. “É muito importante que essa geração, que esses jovens que estão entrando no mercado, ampliem a sua capacidade de raciocínio, de entendimento da matemática básica, de cálculo simples, para que possa aperfeiçoar continuamente”, completa a especialista.

A engenharia é uma carreira em expansão e que tem muito mercado no Brasil. Só que mais de 60% dos estudantes que ingressam desistem do curso, segundo uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria. Um dos motivos é a falta de base em matemática.

com informações do site G1 ')}